Ban celebra libertação de americano preso pela Junta Militar de Mianmar

Nações Unidas, 17 ago (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, comemorou hoje o resultado da viagem do senador democrata Jim Webb a Mianmar (antiga Birmânia), onde conseguiu a libertação de um americano preso pela Junta Militar e se reuniu com a líder opositora Aung San Suu Kyi.

EFE |

Webb, chefe da Comissão das Relações Exteriores do Senado dos Estados Unidos para o Sudeste Asiático e o Pacífico, concluiu no domingo três dias de estadia no país.

Nesse período, ele conseguiu conversar com a vencedora do prêmio Nobel da Paz e obteve a deportação do americano John William Yettaw, que enfrentava sete anos de prisão por entrar ilegalmente na casa de Suu Kyi.

"O secretário-geral toma nota da visita do senador dos Estados Unidos Jim Webb a Mianmar este fim de semana e comemora os contatos com os líderes de Mianmar, assim como com Daw Aung San Suu Kyi, a fim de conseguir uma Mianmar em paz, unida e democrática", disse a porta-voz da ONU, Marie Okabe.

Ela acrescentou que Ban também festeja a libertação, por razões humanitárias, de Yettaw obtida pelo legislador democrata depois de se reunir com o chefe da Junta Militar birmanesa, o general Than Shwe.

O sucesso do senador aconteceu depois do fracasso que representou há um mês a visita oficial do secretário-geral da ONU, a quem a Junta Militar negou em até duas ocasiões a permissão para ver a Nobel da Paz enquanto era julgada por violar a prisão domiciliar.

EFE jju/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG