Ban alerta sobre crise humanitária gerada por violência na RDC

Nações Unidas, 29 out (EFE).- O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, advertiu hoje que a intensificação do conflito no leste da República Democrática do Congo (RDC) criou uma crise humanitária de proporções catastróficas.

EFE |

A porta-voz da ONU, Marie Okabe, assegurou que o secretário-geral está "alarmado com a escalada da violência em Kivu Norte nas últimas 24 horas".

"A intensificação e ampliação deste conflito está criando uma crise humanitária de proporções catastróficas e ameaça causar circunstâncias nefastas para a região", disse Okabe.

Ban pediu um cessar-fogo completo, o respeito ao direito humanitário e lamentou o uso de civis como escudos humanos e os ataques deliberados à população civil.

Em particular, a porta-voz frisou que Ban pede que se ponha fim à ameaça instaurada sobre a cidade de Goma e seus arredores, nos quais combatem os rebeldes do Congresso Nacional da Defesa do Povo (CNDP) contra o Exército e as forças da missão da ONU na RDC.

Assim, Ban exigiu que se ponha fim aos ataques contra membros das Nações Unidas e de organizações humanitárias, assim como que se permita o transporte de ajuda aos civis deslocados pelos enfrentamentos. EFE jju/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG