Balanço de distúrbios em Xinjiang sobe a 1.680 feridos

As autoridades chinesas aumentaram neste domingo o balanço de feridos nos distúrbios étnicos da semana passada em Urumqi, a capital da região autônoma de Xinjiang, noroeste da China, de 1.080 a 1.680, informa a agência oficial Xinhua (Nova China).

AFP |

A agência, que cita o governo de Xinjiang, não revisou o número de mortes nos distúrbios, que permanece em 184.

Urumqi foi cenário há uma semana de violentos confrontos entre uigures, a minoria muçulmana e de língua turca com grande presença em Xinjiang, e hans, a etnia majoritária na China.

Pequim atribuiu a responsabilidade dos distúrbios étnicos mais graves da região nas últimas décadas ao Congresso Mundial Uigur, liderado pela dissidente exilada nos Estados Unidos, Rebiya Kadeer.

Mas Kadeer afirma que o balanço de mortos pode ser superior a 1.000 e que os confrontos começaram depois da repressão brutal pela polícia de uma manifestação pacífica de uigures.

pt/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG