O atentado suicida cometido na terça-feira contra um hospital no Paquistão deixou pelo menos 30 vítimas fatais, após a morte de sete feridos, informou a polícia nesta quarta-feira.

O ataque suicida aconteceu em um hospital da cidade de Dera Ismail Khan, quando um grupo de xiitas protestava contra o assassinato de um de seus líderes locais.

"O balanço de mortos chegou a 30, depois da morte de outras sete vítimas em vários hospitais", anunciou o oficial da polícia Malik Mushtaq à AFP por telefone.

Três agentes da polícia, que ficaram feridos no ataque, morreram durante a noite. O total de feridos agora é de 39.

A polícia suspeita que o terrorista pode ter vindo de uma área tribal próxima à fronteira com o Afeganistão.

str-jaf/ap/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.