Baixa rentabilidade do portal Spotify gera críticas dos músicos

Londres, 14 abr (EFE).- A rentabilidade da portal de música Spotify, lançado no ano passado e que permite escutar música na internet de forma legal e gratuita sem necessidade de baixá-las, já tem 7 milhões de clientes, mas sua rentabilidade é mínima para os artistas.

EFE |

É o que afirma hoje o jornal britânico "The Independent", que como exemplo afirma que Lady Gaga, que segue dominando o ranking das mais escutadas no portal só ganhou no ano passado US$ 167 pela execução de 1 milhão vezes da música "Poker Face", a mais escutada no site.

Há quem calcule que para que um artista chegar ao salário mínimo de US$ 1.160 nos Estados Unidos, suas canções precisariam ser ouvidas 4,5 milhões de vezes em um só mês.

A Academia Britânica de Compositores, Letristas advertiu sobre o perigo de que os acordos secretos da empresa impossibilitem o surgimento de uma nova geração de talentos.

Segundo o presidente, Patrick Rackow, embora os músicos apoiem os princípios e os ideais de Spotify, cresce a preocupação entre os 2 mil membros da Academia. EFE jr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG