Baixa participação marca começo de pleito presidencial na Ucrânia

Kiev, 17 jan (EFE).- A tranquilidade e baixa participação dos eleitores marcaram o começo da votação de hoje na Ucrânia, que escolhe um novo chefe do Estado, informaram fontes da Comissão Eleitoral Central (CEC).

EFE |

"Até o momento, a CEC não recebeu informações sobre ocorrências extraordinárias que pudessem influenciar na organização do processo de votação. Tudo transcorre calmamente", afirmou Mikhail Ojendovski, membro da CEC, ao "Canal 5" da televisão ucraniana.

Às 11h (7h de Brasília), passadas três horas desde o início da votação, a participação nas urnas era de 15,1% (36,5 milhões de eleitores), menor que a registrada nas primeiras horas do primeiro turno das eleições presidenciais de 2004 (23,07%), informou o vice-presidente da CEC, Zhana Usenko-Chórnaya.

As seções eleitorais, mais de 33 mil em todo o país, abriram às 8h (4h de Brasília) e receberão eleitores até as 20h (16h). Logo em seguida, começará a apuração.

Os grandes favoritos na disputa são o ex-primeiro-ministro e líder do opositor e pró-russo Partido das Regiões, Viktor Yanukovich, e Yulia Timoshenko. EFE bk/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG