Bagdá: milicianos anti Al-Qaeda serão pagos pelos exército iraquiano

Os milicianos especializados na luta contra a Al-Qaeda serão pagos a partir de segunda-feira pelo exército iraquiano e não mais pelas forças americanas, indicou neste domingo um militar iraquiano à AFP.

AFP |

"O comandante militar de Bagdá pagará a partir de segunda-feira os salários de todos os 'filhos do Iraque' nas bases militares", afirmou Kassem Atta, porta-voz do "plano de segurança" de Bagdá.

Cada membro desta milícia, em geral ex-insurgente sunita aliado ao exército americano para lutar contra seus ex-companheiros de armas, receberá aproximadamente 300 dólares.

Criada em setembro de 2006 por líderes tribais sunitas da província ocidental de Al-Anbar, e ao poucos generalizada a outras zonas sunitas, a milícia participa ativamente no enfraquecimento dos insurgentes e da célula iraquiana da Al-Qaeda.

sk/kat/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG