Bagdá diz que região atacada é cenário de ações terroristas contra o Iraque

Bagdá, 27 out (EFE).- O Governo de Bagdá afirmou hoje que a região síria fronteiriça com o Iraque, que foi alvo ontem de um ataque que deixou 8 mortos, foi palco de atividades de organizações terroristas que operam da Síria contra o Iraque.

EFE |

O porta-voz do Governo iraquiano, Ali al-Dabbagh, afirmou à agência independente "Aswat al-Iraq" que a última operação destes grupos causou a morte de 13 agentes do Ministério do Interior em um povoado fronteiriço.

Após este ataque, cuja data não foi especificada por Dabbagh, as autoridades iraquianas pediram às sírias que lhes entregassem os membros do grupo ofensor, que tem em uma base para suas atividades terroristas dirigidas contra o Iraque, acrescentou o porta-voz.

Damasco assegurou ontem que quatro helicópteros americanos procedentes do Iraque atacaram uma fazenda da localidade fronteiriça de Abu Kamal, ação na qual, segundo as autoridades sírias, morreram oito civis e também foram registrados feridos.

O Governo da Síria pediu ao iraquiano que assuma sua responsabilidade e inicie uma investigação imediata sobre a agressão e também proíba o uso de seu território para atacar a Síria.

Dabbagh assegurou que seu Governo mantém o contato com a parte americano sobre as informações relacionadas à ação armada.

Além disso, disse que seu país tenta sempre manter boas relações com a Síria, mas afirmou que a permanência de alguns grupos em território sírio que apóiam e colaboram nas atividades terroristas contra o Iraque cria obstáculos para o avanço das relações bilaterais. EFE am/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG