Bagdá: Ataque de morteiros atinge Zona Verde

Um ataque de morteiros atingiu a Zona Verde - área de alta segurança dentro da capital iraquiana que abriga prédios públicos e embaixadas - e deixou pelo menos quinze feridos. Há relatos de que dois funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU) que trabalhavam para a Missão de Assistência no Iraque e moravam dentro da área teriam sido mortos.

BBC Brasil |

Segundo o correspondente da BBC em Bagdá, Humphrey Hawksley, a maioria dos feridos está em estado grave.

A Zona Verde foi alvo constante de ataques de morteiros e foguetes durante os anos de violência no Iraque.

No entanto, depois do acordo de cessar-fogo entre as milícias e o governo iraquiano, os ataques diminuíram e não houve mais incidentes com morteiros.

Ainda não há informações sobre a autoria do ataque deste final de semana.

O incidente ocorre dois dias depois de o Parlamento iraquiano ter aprovado um acordo que prevê a retirada das tropas americanas do país até 2011.

Pelo acordo, os soldados americanos devem deixar as ruas do Iraque até a metade de 2009 e sair completamente do país até o final de 2011.

Os seguidores do clérigo xiita Moqtada al-Sadr são contra o acordo e o próprio clérigo teria declarado três dias de luto e protestos depois da aprovação do acordo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG