Bachelet vai a Londres para participar de cúpula de líderes progressistas

Santiago do Chile, 2 abr (EFE).- A presidente do Chile, Michelle Bachelet, viajou hoje para Londres, onde realizará uma visita oficial, participará de uma cúpula de líderes progressistas e será recebida pela rainha Elizabeth II.

EFE |

Bachelet, que permanecerá dois dias na capital britânica, se reunirá com o primeiro-ministro Gordon Brown e receberá o título de doutora Honoris Causa na Universidade de Essex.

A agenda de Bachelet também inclui a participação em uma apresentação de vinhos chilenos, dos quais um dos principais compradores europeus é o Reino Unido.

A presidente terá "uma agenda intensa que procurará aprofundar as relações com um país amigo", disse o chanceler chileno, Alejandro Foxley, que integra a comitiva de Bachelet, aos jornalistas antes de partir para Londres.

Segundo Foxley, o Reino Unido é "um território que historicamente é um grande amigo do Chile".

"Temos reuniões com empresários, há atos acadêmicos, vamos fazer algumas ações de promoção de produtos chilenos, particularmente do vinho", declarou o chefe da diplomacia chilena.

No Reino Unido a presidente chilena também exporá um panorama econômico de seu país na London School of Economics.

A chefe de Estado chilena será recebida na próxima sexta no Castelo de Windsor pela rainha Elizabeth II em um encontro particular, considerado um gesto especial por Bachelet.

A presidente do Chile será a única governante a participar da cúpula de líderes progressistas que se reunirá com Elizabeth II, segundo fontes da Chancelaria chilena, assunto destacado por Foxley.

"Efetivamente é uma visita muito importante e também não é comum que a rainha receba nenhum chefe de Estado na sexta-feira, e nesta ocasião receberá apenas a presidente Bachelet", declarou.

Bachelet viajou com uma comitiva integrada, além de Foxley, pelos ministros da Fazenda, Andrés Velasco, e do Meio Ambiente, Ana Lya Uriarte, assim como por vários analistas nas questões que serão debatidas na cúpula de líderes, convocada para discutir como integrar as nações mais pobres no processo de globalização.

Entre os participantes está o ex-ministro Ricardo Lagos Weber, que será o apresentador do painel "Comércio e Integração". EFE mw/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG