Bachelet quer aumentar participação feminina na política do Chile

Santiago do Chile, 8 mar (EFE).- A presidente chilena, Michelle Bachelet, pediu hoje aos partidos do país para apoiar a participação feminina na política em um ato por ocasião do Dia Internacional da Mulher que reuniu quatro mil pessoas em um teatro no centro de Santiago.

EFE |

Bachelet, que, em 2006, se transformou na primeira líder de um Estado latino-americano eleita democraticamente, pediu aos partidos políticos para apoiar as candidaturas femininas às próximas eleições presidenciais, que serão realizadas em dezembro.

"De verdade, espero que, nas próximas eleições parlamentares, haja mais mulheres candidatas, que de uma vez por todas rompamos a inércia que mantém estagnada a proporção de mulheres eleitas em municípios e no Parlamento", afirmou a governante.

Participaram do evento em comemoração ao Dia Internacional da Mulher no teatro Caupolicán os presidentes do Partido Socialista, do Partido pela Democracia e da Democracia Cristã, assim como Eduardo Frei, o candidato presidencial destes três partidos da Concertação, a coalizão governamental.

No ato, Bachelet analisou as conquistas registradas no país em matéria de igualdade de sexos e destacou a importância de acabar com a diferença salarial entre homens e mulheres e combater a violência doméstica. EFE frf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG