Avós da Praça de Maio restituem identidade de 105º neto roubado

Estima-se que cerca de 500 bebês tenham sido roubados de seus pais durante regime militar na Argentina

iG São Paulo |

O grupo de direitos humanos argentino Avós da Praça de Maio confirmaram neste sábado a restituição da identidade de uma jovem roubada de seus pais durante a ditadura militar argentina (1976-1983). Com a identificação da jovem chegam a 105 os netos "recuperados" pelo organismo humanitário.

A verdadeira identidade da jovem foi estabelecida através de uma mostra realizada no Banco Nacional de Dados Genéticos, segundo indicou a entidade em comunicado.

"Recuperamos a identidade de mais uma neta, graças à luta das Avós da Praça de Maio. Já somos 105 netos!", manifestou em sua conta do Twitter o legislador Juan Cabandié, filho de desaparecidos.

Pela iniciativa das Avós da Praça de Maio, que prometeram divulgar mais detalhes do caso na próxima semana, cerca de 3,3 mil jovens argentinos participaram da Comissão Nacional pelo Direito à Identidade (Conadi) para investigar sua procedência.

Calcula-se que cerca de 500 bebês tenham sido roubados de seus pais durante a ditadura militar na Argentina. Segundo o governo argentino e organizações humanitárias, cerca de 30 mil pessoas desapareceram durante a ditadura.

*Com EFE

    Leia tudo sobre: argentinaavóspraça de maioditadurabebês

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG