Avó australiana sobrevive a ataque batendo em tubarão

Uma avó australiana conseguiu se livrar de um ataque de tubarão no último sábado simplesmente batendo e chutando o animal que a mordia, mesmo após perder muito sangue e sofrer ferimentos profundos. O incidente ocorreu enquanto Paddy Trumbull, de 60 anos de idade, mergulhava nas proximidades das Ilhas Whitsunday, no Estado de Queensland, nordeste da Austrália.

BBC Brasil |

Segundo a australiana, ela nadava próximo a um barco onde estava seu marido e outras pessoas quanto sentiu um "puxão muito potente" e "imediatamente reconheceu" o que estava acontecendo.

"Eu então me virei e vi um tubarão enorme", disse Trumbull neste domingo, enquanto se recuperava dos ferimentos em um hospital.

Segundo Trumbull, após se deparar com o animal, ela então decidiu enfrentá-lo.

"Eu pensei, este tubarão não vai conseguir me pegar, e comecei a bater no focinho dele, bater, bater e bater".

"Ele então me puxou para baixo d'água, mas não conseguiu muito, porque comecei a chutar seu pescoço".

Luta
A australiana disse que se sentiu "como em um cabo-de-guerra" com o tubarão, já sabendo que estava ferida, ao ver sangue na água.

Segundo Trumbull, no entanto, ela não sentiu dor enquanto lutava com o animal de cerca de 1,5 metro de comprimento.

Após se livrar do tubarão, ela foi puxada para o barco, onde recebeu os primeiros socorros, antes de ser levada para um hospital, onde passou por uma cirurgia.

Segundo os médicos, Trumbull tem sorte de estar viva após um ataque tão feroz.

O cirurgião Mark Flanagan afirmou estimar que ela perdeu cerca de 40% de seu sangue no ataque, e teve que receber transfusões no hospital.

Mesmo com a gravidade do incidente, Trumbull ainda brincou ao falar com a mídia local no leito do hospital.

"Agora eu tenho um traseiro remodelado, então isso é positivo", brincou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG