Avó africana de Obama levará presentes típicos para a Casa Branca

Um tamborete de três pernas e um mata-mosca tradicional da etnia Luo fabricado com um rabo de boi são alguns dos presentes que poderão dar um visual diferente ao Salão Oval, presentes da avó queniana de Barack Obama.

AFP |

Sarah Obama, que aos 86 anos continua vivendo uma casa modesta em Kogelo, a aldeia ancestral da família, está fazendo as malas para assistir a posse de seu neto em 20 de janeiro como o 44º presidente dos Estados Unidos.

Ela é a terceira esposa do avô paterno de Obama, Hussein Onyango Obama e, apesar de não terem laços sanguíneos, ele se refere a ela com frequência.

Em declarações publicadas pelo jornal Standard, Sarah Obama disse que também queria levar uma lança e um escudo tradicionais de sua tribo Luo, mas foi aconselhada a não fazê-lo por correr o risco de ser barrada no aeroporto.

Sarah virou uma celebridade nacional em seu país desde que o neto foi eleito e viajará aos Estados Unidos acompanhada por vários membros de sua família.

"O dia que esperava finalmente chegou. Estou muito contente. Nesta ocasião, serei a embaixadora do Quênia e tentarei estar à altura dos acontecimentos", afirmou.

oto/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG