Aviões paquistaneses matam 45 pessoas no Khyber, diz militante

Por Ibrahim Shinwari PESHAWAR, Paquistão (Reuters) - Aviões de combate paquistaneses bombardearam neste sábado um posto militante na região do Khyber, na fronteira com o Afeganistão, matando pelo menos 45 pessoas, disse um importante membro do grupo militante da região.

Reuters |

O ataque aconteceu no remoto vale de Tirah, disse à Reuters o militante, que não quis ser identificado.

"Primeiro eles atingiram uma casa onde nossas pessoas estavam presentes. Minutos depois, quando outras pessoas chegaram lá para remover os corpos dos destroços, os jatos atacaram novamente", disse o militante.

Ele disse que há militantes e civis entre os mortos.

Um porta-voz militar confirmou que aeronaves bombardearam esconderijos de militantes na região, mas disse que não tinha informações sobre vítimas.

"Nós prevemos que o número de mortos seja alto, porque o bombardeio foi muito intenso", disse à Reuters Rehan Khattak, importante funcionário do governo local. "Estamos tentando conseguir números exatos".

Região semi-autonôma povoada por grupos da etnia Pashtun, o Khyber é uma importante rota entre o porto de Karachi, no Paquistão, e o Afeganistão. Militantes atacam com frequência comboios na região.

A atuação do Paquistão contra militantes ao longo da fronteira afegã é vista pelos Estados Unidos como crucial para trazer estabilidade ao Afeganistão, particularmente no momento em que os norte-americanos mandam mais soldados para combater o Taliban antes do início da retirada das tropas, em 2011.

(Reportagem adicional de Kamran Haider)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG