Aviões israelenses voltam a bombardear região fronteiriça entre Egito e Gaza

Cairo, 5 jan (EFE).- Os aviões de Israel voltaram hoje a bombardear a região fronteiriça entre o Egito e a Faixa de Gaza, o que impediu o transporte de feridos palestinos para o Egito pela passagem de Rafah, afirma a agência oficial de notícias Mena.

EFE |

Além disso, os ataques israelenses nas proximidades da passagem de Rafah, única porta de Gaza para o exterior, impediram o envio de ajuda humanitária aos palestinos em Gaza.

Segundo a "Mena", que não cita fontes, puderam ser transferidos anteriormente 16 feridos palestinos junto com outros 16 acompanhantes de suas famílias para os hospitais egípcios.

Além disso, foram enviadas através da passagem de Rafah cerca de 50 toneladas de remédios e equipamentos médicos procedentes de Barein, Arábia Saudita, Turquia e Egito.

Hoje, quatro feridos palestinos morreram em hospitais egípcios e sauditas e está previsto que seus corpos sejam repatriados para Gaza, informa a "Mena".

Desde seu início no dia 27 de dezembro, a ofensiva israelense contra Gaza deixou mais de 500 mortos e 2.500 feridos. EFE hh/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG