Aviões de guerra paquistaneses atacam reduto do Taliban

Por Augustine Anthony ISLAMABAD (Reuters) - Aviões de guerra paquistaneses atacaram no sábado um reduto do líder do Taliban no Paquistão, Baitullah Mehsud, horas depois de o presidente Asif Ali Zardari terem prometido travar uma guerra contra a militância até o final.

Reuters |

O ataque aéreo à vila de Makeen aconteceu em meio a expectativas de uma iminente ofensiva militar no Waziristão do Sul, já que o Exército entra nas etapas finais de uma campanha para limpar o vale Swat do Taliban.

"Quatro jatos bombardearam partes de Makeen no início de sábado, mas não sabemos sobre danos ou qualquer morte", disse Mohammad Khan, um lojista da vila.

As bombas mataram sete militantes e deixaram cinco feridos, de acordo com duas autoridades da inteligência na região, que pediram anonimato.

Autoridades dos Estados Unidos afirmaram acreditar que uma operação havia começado contra as forças de Mehsud no Waziristão do Sul, na extremidade sudeste do cinturão tribal que faz fronteira com o Afeganistão.

"Vamos continuar com essa guerra até o final", disse Zardari em um discurso televisionado na manhã de sábado.

Nos últimos dias, o Exército paquistanês ampliou suas operações e realizou ataques contra militantes do Taliban na região noroeste, principalmente no distrito de Bannu, onde de acordo com o Exército mais de 130 militantes foram mortos desde terça-feira.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG