Avião não-tripulado dos EUA bate contra torre de comunicações nas Filipinas

Zamboanga (Filipinas), 23 out (EFE).- Um avião não-tripulado, que seria da Força Aérea dos Estados Unidos, bateu contra uma torre de telecomunicações no sul das Filipinas, sem deixar vítimas, informou uma testemunha citada hoje pela imprensa local.

EFE |

O incidente ocorreu na noite de sábado passado na província de Cotabato do Norte, 960 quilômetros ao sul da capital, disse o padre Eduardo Vázquez, um sacerdote católico filipino que presenciou o incidente.

O avião "bateu contra a torre e explodiu em chamas. A Polícia e os militares não querem que se saiba nada, mas muita gente viu", denunciou Vázquez.

As forças de segurança recolheram os destroços do aparelho e os entregaram ao Exército das Filipinas, acrescentou.

O major Randolph Canbangbang, porta-voz do Exército filipino na região, admitiu que o avião fazia uma missão de reconhecimento e negou que fosse de espionagem.

No entanto, não quis explicar a razão pela qual o aparelho voava à noite.

Tropas dos Estados Unidos estão mobilizadas desde 2002 no sul das Filipinas para ajudar o Exército local a lutar contra grupos radicais islâmicos como o Abu Sayyaf, dentro da luta contra o terrorismo internacional lançada pela Administração do presidente americano, George W. Bush. EFE rp/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG