Queda ocorre dias depois que o Irã afirmou ter derrubado uma aeronave espiã americana que sobrevoava seu território

AP
Foto divulgada pelo Irã mostra suposto avião não-tripulado americano que teria sido derrubado no seu território (8/12)
Autoridades americanas afirmaram nesta terça-feira que um avião não tripulado caiu no aeroporto internacional de Mahe, a principal ilha do arquipélago de Seychelles, sem causar vítimas.

Leia também: Irã afirma ter derrubado avião não-tripulado americano

A Embaixada dos Estados Unidos em Maurício infirmou que o avião americano de modelo MQ-9 Reaper não estava armado e caiu na manhã desta terça-feira sem deixar feridos.

Em comunicado, foi informado que a pista do aeroporto abriu para o tráfego normal. Os militares americanos e a equipe civil do aeroporto de Seychelles estão trabalhando juntos para remover os destroços da aeronave.

Os Estados Unidos têm utilizado seus aviões não tripulados nessa área para monitorar militantes ligados à Al-Qaeda que estão na Somália. As causas da queda do avião estão sob investigação.

A queda dessa aeronave não tripulada ocorre dias depois que um avião desse tipo, porém de modelo RQ-170, caiu no Irã . De acordo com autoridades iranianas, o avião teria penetrado o espaço aéreo iraniano vindo do Afeganistão e suas unidades o fizeram aterrissar sem maiores danos a 250 km da fronteira, na região desértica de Tabas.

Na segunda-feira, o presidente Barack Obama pediu ao Irã que devolvessem o avião iraniano , o que foi descartado pelo governo do país persa nesta terça. “O avião invadiu o Irã e nossas forças responderam. Agora ele é propriedade do Irã e nós vamos decidir o que fazer com ele”, afirmou o ministro da Defesa do Ahmad Vahidi, cobrando desculpas dos EUA.

Com AP e AFP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.