Avião dos EUA deu apoio ao resgate de Ingrid Betancourt, segundo TV colombiana

BOGOTÁ - Um avião dos Estados Unidos deu apoio à operação de resgate da política Ingrid Betancourt, três americanos e onze policiais e militares colombianos reféns das Farc em 2 de julho passado, afirmou o canal RCN.

AFP |

A TV colombiana divulgou na noite da última segunda-feira imagens inéditas da operação de resgate de Betancourt, em uma operação de inteligência do Exército que contou com o apoio de um avião americano.

O vídeo mostra o planejamento da chamada "Operação Xeque", simulações do resgate e o momento em que os reféns são libertados.


Vídeo mostra comemoração de reféns no helicóptero / AFP

Nas imagens, divulgadas pela RCN TV, aparece o grupo de realizou o resgate, incluindo um homem com uma jaqueta da Cruz Vermelha e outro com um microfone da rede de TV regional Telesur, sediada na Venezuela.

Segundo a RCN, um avião radar dos Estados Unidos apoiou a operação, que foi planejada na base militar de Tolemaida, no departamento de Tolíma, 120 km ao sul de Bogotá.

De Tolemaida, o grupo seguiu para uma fazenda do departamento de Guaviare, onde acertou os últimos detalhes da operação, incluindo a posição dos reféns no helicóptero.

A operação teve início no dia 27 de junho, quando foram pintados de branco e laranja dois helicópteros MI-17 do Exército colombiano, que receberam o logotipo de uma falsa ONG.

O vídeo também mostra o momento em que microfones e câmeras ocultas são colocadas na indumentária dos pilotos dos helicópteros.

Uma vez instalados numa fazenda do departamento de Guaviare, os membros do Exército acertam os últimos detalhes da opearção e, segundo o vídeo, até testam os artefatos paralisantes nas galinhas do lugar.

Às 11h49 local (13h49 Brasília) do dia 2 de julho, os helicópteros decolam da fazenda e seguem para o local acertado com os líderes rebeldes, onde é feito o resgate.

A bordo do helicóptero, logo após o resgate, a comemoração é tão intensa que Ingrid Betancourt chega a pedir calma a todos.

O vídeo mostra ainda que os líderes rebeldes 'Gafas' e 'César', carcereiros do grupo, são adormecidos com drogas e quando chegam a base militar, estão com pés e mãos amarrados e as calças abaixadas.

"Vamos tratá-los bem", diz um oficial do Exército.


Vídeo mostra a prisão dos guerrilheiros das Farc / AFP

Betancourt, de 46 anos, foi resgatada com os reféns americanos Keith Stansell, Marc Gonsalves e Thomas Howes, e com 11 membros das forças de segurança colombianas.

A refém franco-colombiana permaneceu 6 anos, 4 meses e 9 dias em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Leia mais sobre Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG