Sana, 13 jan (EFE).- Um avião de treinamento das forças aéreas do Iêmen explodiu hoje perto da cidade de Áden, no sul do país, enquanto realizava manobras rotineiras, informaram fontes militares.

Trata-se de um Aero L-39 de fabricação tcheca, cujo piloto continua desaparecido e não se sabe se ele conseguiu escapar antes do impacto ou morreu com a nave que pilotava.

As autoridades do país árabe atribuíram o acidente a um "problema técnico".

Nos últimos meses, vários caças da força aérea do país, o mais pobre da península arábica, sofreram acidentes fatais.

Em 8 de dezembro, outro caça, um Mig de fabricação russa, explodiu na província de Omran, no nordeste do país, onde o Exército está em confronto desde agosto passado com rebeldes xiitas, supostamente também por problemas técnicos.

Em 2 de outubro, o Exército iemenita informou que um caça, outro Mig-29, colidiu contra uma montanha.

O Iêmen usa caças para bombardear as posições dos rebeldes xiitas da província de Saada, no norte, ou para destruir supostos esconderijos da rede terrorista Al Qaeda, que têm neste país um de seus principais redutos. EFE ka/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.