SALAR, Afeganistão (Reuters) - Tropas da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) entraram em confronto neste sábado com aliados afegãos, em incidente comumente chamado de fogo amigo, realizando ataques aéreos que mataram quarto soldados e causaram revolta em moradores. A Otan e autoridades afegãs confirmaram a ocorrência do fogo amigo na província de Wardak, no sudoeste de Cabul, e tentaram deter as tensões anunciando uma investigação conjunta.

"Quatro soldados do Exército foram mortos e seis ficaram feridos quando um ataque aéreo das forças estrangeiras atingiu sua guarnição", afirmou Shahedullah Shahed, porta-voz do governador de Wardak. "Não sabemos por que isso ocorreu, mas é profundamente lamentável."

Ele afirmou que o ataque aconteceu sobre um posto do Exército afegão que tinha sido erguido recentemente. As forças estrangeiras e as tropas afegãs conduziam separadamente operações durante a madrugada, quando começaram a atirar uma contra a outra.

A Força Internacional de Assistência à Segurança, liderada pela Otan, afirmou que suas tropas receberam tiros e que, por isso, acionaram um ataque aéreo, sem perceber que combatiam forças de seguranças afegãs.

(Por Asif Andalib)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.