Avião da França deixa a Colômbia após negativa das Farc

BOGOTÁ (Reuters) - O avião com a missão médica organizada pela França partiu na quinta-feira da Colômbia, depois de ter fracassado a tentativa de chegar à selva para dar atendimento médico à ex-candidata presidencial sequestrada Ingrid Betancourt, informaram fontes militares. O avião Falcon decolou do aeroporto ElDorado por volta das 17h40 (hora de Brasília) um dia depois de o governo do presidente francês, Nicolas Sarkozy, ter abortado a missão, após as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) terem anunciado que não aceitariam a comitiva.

Reuters |

O avião permaneceu sete dias estacionado na base militar de Catam, nas imediações do aeroporto da capital colombiana.

A missão médica da França chegou à Colômbia na semana passada em meio a rumores de que a política franco-colombiana apresentava estado grave de saúde e corria risco de morte.

Ingrid Betancourt, de 46 anos e mãe de dois filhos adolescentes, foi sequestrada pelas Farc há mais de seis anos.

(Por Luis Jaime Acosta)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG