Avião com os corpos de militares decola nesta terça-feira do Haiti

O avião com os corpos dos 17 militares mortos no terremoto que devastou o Haiti partirá às 22h, no horário de Brasília, com destino à capital brasileira. Inicialmente previsto para ocorrer há dois dias, o atraso deveu-se aos procedimentos sanitários impostos pela Organização das Nações Unidas.

Gustavo Gantois, enviado especial a Porto Príncipe |


Antes do embarque, o comandante do contingente militar da ONU no Haiti, o general brasileiro Floriano Peixoto, deverá chefiar uma cerimônia fúnebre em homenagem aos militares. A chegada do avião ao Brasil está prevista para ocorrer no início da manhã desta quarta-feira.

Dez dos 15 soldados que morreram estavam no Posto Forte 22, chamado de Casa Azul, uma casa de três andares. A maior parte dos sobreviventes estava no último andar, onde ficavam os beliches e a área de descanso.

Era um local estratégico, que permitia controlar a entrada e saída da capital haitiana pela principal estrada do país. Sua conquista permitiu que as tropas entrassem em Cité Soleil, a maior favela haitiana, até então um lugar intransponível para os soldados.

O Brasil tem 1.266 militares na Força de Paz da ONU, a Minustah, dos quais 250 são da engenharia do Exército. Mas com a reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que nesta terça-feira aprovou o envio de reforços ao Haiti, esse número deve aumentar.

Veja também:

Leia mais sobre terremoto


    Leia tudo sobre: haititerremototerremoto no haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG