Genebra, 7 mai (EFE).- O avião com 25 toneladas de ajuda humanitária da ONU para as vítimas do ciclone Nargis em Mianmar, cujo recebimento foi autorizado pelo Governo local, ainda demorará vários dias para decolar da cidade italiana de Brindisi, tempo em que toda a sua logística será preparada.

Assim indicou hoje a porta-voz do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários da ONU (Ocha, na sigla em inglês), Elizabeth Byrs, que desmentiu que a aeronave partirá hoje mesmo da base logística do organismo.

"É o procedimento normal. Tudo isto leva tempo. É preciso encontrar um bom avião, que se adeque à pista onde deverá aterrissar em Mianmar, a carga deve ser preparada e montada, é necessário fazer todos os trâmites", disse Byrs.

A porta-voz afirmou que o atraso não se deve a impedimentos impostos pelo Governo militar birmanês, que deu sinal verde para a chegada da ajuda, após uma reunião realizada na terça-feira com representantes da Ocha em Nova York.

Byrs ressaltou que a autorização da Junta birmanesa inclui a viagem de uma pequena equipe da Ocha no avião para acompanhar a carga.

O ciclone "Nargis" causou, segundo números fornecidos pela imprensa birmanesa, mais de 22.500 mortos e 41 mil desaparecidos.

O primeiro envio de ajuda consiste em lonas de plástico, barracas, geradores elétricos, móveis e utensílios de cozinha, cobertores e sistemas de purificação de água, entre outros artigos de primeira necessidade. EFE vh/ev/gs

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.