Avião americano mata 2 e fere vários no Paquistão

Islamabad, 18 dez (EFE).- Pelo menos dois rebeldes paquistaneses morreram e várias pessoas ficaram feridas em um novo ataque com mísseis lançado hoje por um avião não-tripulado dos Estado Unidos contra a região tribal do Waziristão do Norte, informou uma fonte oficial.

EFE |

Segundo uma fonte citada pela rede de TV "Dawn", dois mísseis atingiram o povoado de Datta Khel, na fronteira com o Afeganistão, Desde meados de outubro, o Exército paquistanês combate os fundamentalistas no Waziristão do Sul, reduto máximo do movimento Tehrik-e-Taliban Pakistan (TTP), que agrupa diversas facções talibãs que operam no país.

Os militares paquistaneses já disseram ter matado mais de 600 insurgentes nessa operação. Mas analistas acham que os líderes talibãs e a maioria dos combatentes fugiram para distritos vizinhos.

Nos últimos dias, Washington pediu a Islamabad que iniciasse uma ofensiva no Waziristão do Norte, mas as autoridades paquistanesas resistem a abrir uma nova frente de conflito no noroeste do país.

Esta posição decorre de um acordo de não agressão fechado com o principal líder talibã na região, Hafiz Gul Bahadur. A partir deste pacto, o rebelde não promove ataques contra militares em território paquistanês, embora combata as tropas estrangeiras no Afeganistão.

No entanto, neste ano foram registrados cerca de 30 ataques de aviões não tripulados dos EUA contra o Waziristão do Norte, todos eles onde supostamente Bahadur oferece abrigo a insurgentes da rede fundamentalista Haqqani, ligada aos talibãs afegãos.

O Governo do Paquistão rejeita estas ações militares, mas na verdade os ataques contam com o consentimento tácito de Islamabad, cujo serviço secreto compartilha informações com os americanos. EFE igb/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG