Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Avião americano é obrigado a aterrissar no Irã

Teerã, 7 out (EFE).- Um avião com registro americano que viajava para o Afeganistão entrou no espaço aéreo iraniano e foi obrigado a aterrissar, mas depois houve a permissão para que retomasse a viagem, informou hoje a agência Fars.

EFE |

A emissora iraniana "Al-Alam" confirmou o incidente, mas disse que não se tratava de um avião americano, mas europeu, e disse que transportava ajuda humanitária.

Tanto a "Fars" quanto a "Al-Alam" afirmaram que a aeronave procedia da Turquia.

A "Fars", que não cita as fontes de sua informação, não informou quando o incidente aconteceu, mas destacou que na aeronave, modelo Falcon, viajavam cinco militares e três civis. A agência não confirmou a nacionalidade dos ocupantes do avião.

Segundo a "Fars", o avião não respondeu aos controladores aéreos para explicar as razões do vôo, por isto foram escoltados por caças-bombardeiros iranianos que obrigaram a aeronave a aterrissar em um aeroporto iraniano não divulgado.

Segundo a mesma agência, o avião voava baixo para evitar os radares iranianos. Uma vez interrogados os ocupantes do avião e esclarecido o incidente, a aeronave recebeu permissão para retomar seu vôo para o Afeganistão, acrescenta a "Fars".

Segundo uma emissora de TV por satélite iraniana, que entrou em contato com porta-vozes militares não identificados, o avião não era americano, mas europeu, embora houvesse militares americanos de alto escalão na aeronave.

Ainda segundo a emissora, os tripulantes explicaram que tinham se perdido no trajeto em direção ao Afeganistão, por isto foram autorizados a retomarem o vôo. Também não foi informado quando o incidente aconteceu nem em que aeroporto iraniano o avião aterrissou. EFE msh/wr/fal

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG