Aviação russa bombardeia cidades na Geórgia

Tbilisi, 9 ago (EFE).- Aviões russos atacaram hoje alvos nas cidades georgianas de Kutaisi, Poti e Gori, causando vários mortos, informaram os meios de imprensa georgianos.

EFE |

Em Kutaisi foi atacado o aeroporto de Kopitnari, onde morreram duas pessoas, comunicou a emissora "Imedi".

Em Poti, cujo porto foi bombardeado pela terceira vez nestes dias, por enquanto ainda se desconhece se há vítimas, segundo a mesma fonte.

Em Gori, situado a cerca de 20 quilômetros da zona de conflito na separatista Ossétia do Sul, o alvo dos aviões russos foi uma antena de telecomunicações, comunicou o Ministério do Interior, que disse não dispor de informação sobre vítimas.

A parte russa continua sem confirmar nem desmentir as denúncias georgianas sobre os ataques aéreos.

Enquanto isso, esta madrugada na capital georgiana, Tbilisi, começou a evacuação de instituições estratégicas, incluindo a Presidência e o Ministério da Defesa.

Também começou a evacuação dos bairros adjacentes aos prédios estratégicos, cujos habitantes foram chamados a passar a noite no metrô, que serve de refúgio antiaéreo.

O povo, entre quem se vê cada vez mais reservistas uniformizados, comenta iradamente as últimas notícias e os jornais parecem ter multiplicado as vendas.

Na imprensa, que considera o conflito como "uma guerra contra a Rússia", abundam os apelos para a "mobilização", "coragem" e "paciência e esperança".

O jornal "Rezonans", enquanto isso, se pergunta "até que ponto as autoridades georgianas calcularam as conseqüências e tinham coordenado suas ações com seus parceiros estrangeiros".

"Acreditamos que os Estados Unidos e a Europa não permitirão que a Rússia transforme a Geórgia em um polígono similar à Chechênia", conclui. EFE mv-ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG