Um ativista palestino morreu nesta segunda-feira atingido por disparos israelenses no norte da Faixa de Gaza, segundo fontes médicas.

Khaled al Kafarneh, de 22 anos, morreu no setor de Beit Hanun.

O grupo armado palestino Jihad Islâmica indicou em um comunicado que Kafarneh foi morto pela aviação israelense depois de um enfrentamento com soldados perto da barreira de segurança entre Israel e a Faixa de Gaza.

O Exército israelense informou que os soldados abriram fogo na direção de "um terrorista que se aproximou da barreira e que os explosivos que carregava explodiram".

A Força Aérea israelense lançou na noite deste domingo um ataque contra o sul da Faixa de Gaza, relataram testemunhas e fontes de segurança palestinas.

Um aparelho F-16 lançou dois mísseis contra um posto policial, perto da cidade de Khan Yunis, provocando um incêndio e causando danos materiais, mas sem deixar vítimas, informaram as mesmas fontes.

Ao ser questionado pela AFP, um porta-voz militar em Tel-Aviv confirmou que "a Força Aérea interveio contra a Faixa de Gaza", sem dar mais detalhes.

Neste domingo, dois foguetes foram lançados pelos palestinos, da Faixa de Gaza, para o sul de Israel, também sem causar vítimas, anunciou um porta-voz do Exército mais cedo.

az-chw/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.