Aviação israelense deixa quatro feridos em Gaza

Um ataque da aviação israelense neste domingo contra a região da cidade de Gaza feriu quatro palestinos, incluindo uma criança, revelaram fontes médicas palestinas.

AFP |

A ação, dirigida contra o leste de Gaza, atingiu três "ativistas" e um menino, segundo as fontes.

Um porta-voz do Exército hebreu admitiu que um ataque foi realizado na noite de domingo contra o leste de Gaza, visando duas plataformas de foguetes que "estavam prontas" para o disparo.

Neste domingo, grupos palestinos armados dispararam mais de 20 foguetes e tiros de morteiro da Faixa de Gaza contra o território de Israel, destacou o porta-voz militar hebreu.

No sábado, um palestino morreu e outros três foram feridos no primeiro ataque de Israel contra a Faixa de Gaza após o fim da trégua de seis meses entre os israelenses e o movimento radical islâmico Hamas.

Ali Hijazy, de 24 anos, foi morto na zona de Jabaliya, no norte da Faixa de Gaza.

As Brigadas dos Mártires de Al Aqsa confirmaram que Ali Hijazy era seu "comandante local, responsável pelos disparos de foguetes contra Israel".

A trégua de seis meses entre o Estado hebreu e o Hamas, que controla a Faixa de Gaza, entrou em vigor no dia 19 de junho, graças à mediação do Egito, e terminou na sexta-feira passada.

Neste domingo, o general de reserva israelense Amos Gilad declarou que Israel está preparando sua resposta aos disparos de foguetes e obuses de morteiro da Faixa de Gaza, e que resta apenas determinar "a data e a intensidade" desta reação.

"Preparamos nossa resposta às ameaças do Hamas, mas falta decidir quando e qual será sua intensidade. Para atacar, é preciso se preparar cuidadosamente, como para uma operação cirúrgica", acrescentou Gilad, principal conselheiro do ministro da Defesa israelense, Ehid Barak.

ms/lm/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG