Uma série de avalanches em uma montanha atravessada por um túnel no norte do Afeganistão deixou pelo menos 24 mortos e mais de 40 desaparecidos nesta terça-feira. Várias das vítimas morreram congeladas ou intoxicadas pela fumaça dos escapamentos dos automóveis presos no túnel Salang.

As avalanches aconteceram depois de uma nevasca de vários dias nas montanhas Hindu Kush, onde fica o túnel.

As autoridades ainda trabalham na reabertura da estrada.

O túnel Salang é parte de uma das principais vias de acesso à capital afegã, Cabul, a partir do norte afegão.

Na Caxemira, ao norte da Índia, um soldado indiano e outras 13 pessoas morreram na segunda avalanche a atingir a região em dois dias.

A neve cobriu uma base militar da parte da Caxemira sob controle da Índia, perto da fronteira com a região administrada pelo Paquistão, de acordo com autoridades.

O Exército indiano informou que a região já tinha sido atingida pela neve na segunda-feira, quando pelo menos 17 soldados do país morreram soterrados em um campo de treinamento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.