Avalanches deixam sete mortos e 400 desaparecidos na China

PEQUIM - Sete pessoas morreram e mais de 400 estão desaparecidas na Província de Xinjiang (noroeste da China) em decorrência de duas avalanches de neve que caíram nos últimos dias, informou nesta sexta-feira a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

As sete vítimas mortais são dois pastores da localidade de Hejing, além de duas crianças, um trabalhador de uma mina, sua esposa e sua filha, na localidade de Ili.

As avalanches aconteceram na terça-feira em Ili, onde 129 pessoas seguem presas sob a neve (entre elas 29 trabalhadores de uma mina que ficaram presos em uma jazida de ferro), e na quinta-feira em Hejing, onde há 276 desaparecidos.

Dois helicópteros chegaram na manhã desta sexta às duas zonas para participar dos trabalhos de resgate.

A região de Xinjiang sofre neste inverno os piores temporais de neve dos últimos anos. Segundo as autoridades locais, as tempestades já haviam deixado 20 mortos em janeiro.

Leia mais sobre avalanche

    Leia tudo sobre: chinachineses

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG