(atualiza com declarações da ministra do Interior e com número de desaparecidos) Paris, 24 ago (EFE) - Uma avalanche a 3.600 metros de altitude ocorrida de sábado para domingo no pico do Tacul, no maciço alpino de Mont Blanc, deixou pelo menos oito pessoas feridas e oito desaparecidos, informou a ministra do Interior, Michelle Alliot-Marie.

Ela destacou que não há esperança de encontrar os desaparecidos com vida.

"Não há nenhuma possibilidade de encontrar algum sobrevivente", declarou a ministra, que foi à área do acidente, horas depois que as equipes de socorro suspenderam a busca por risco de descolamento de placas de neve.

Alliot-Marie acrescentou que "é extremamente difícil saber com certeza quantas pessoas ficaram presas na avalanche", mas disse que "graças aos meios técnicos", têm certeza de que há gente sob a "monumental avalanche" de neve.

As autoridades tinham informado anteriormente que, dos desaparecidos, cinco são austríacos e três suíços. Cinco dos feridos são franceses e os outros três são italianos, com idades entre 26 e 37 anos.

A avalanche, que ocorreu a 3.600 metros de altura, teve uma largura de 200 metros e um comprimento de 50 metros.

Alliot-Marie também visitará os feridos no hospital de Sallaches, para se reunir depois com as equipes de socorro que participam da operação, indicou o ministério em comunicado.

O prefeito de Chamonix, Eric Fournier, cortou durante o dia de hoje o acesso aos alpinistas ao pico de Tacul, que tem uma altura total de 4.248 metros.

As equipes de socorro, formadas por 40 profissionais, rastreiam a zona apoiados por três helicópteros, um deles italiano. EFE jaf/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.