Avalanche deixa ao menos 37 mortos no Afeganistão

Neve cobre vilarejo de 200 moradores no norte do país; equipes de resgate caminharam por dois dias até chegar ao local

iG São Paulo |

Equipes de resgate procuram nesta terça-feira sobreviventes de uma avalanche que destruiu um vilarejo no nordeste do Afeganistão e deixou ao menos 37 mortos. A remota aldeia, localizada na província de Badakhsan e perto da fronteira com o Tadjiquistão, tinha 200 moradores.

Leia também: Inverno rigoroso castiga crianças refugiadas no Afeganistão

“A região é montanhosa e há muita neve”, disse o vice-governador da província, Shams Ul Rahman, acrescentando que a avalanche aconteceu no domingo. “Minha preocupação é que o número de mortos aumente.”

Moradores de um vilarejo vizinho foram os primeiros a prestar ajuda aos moradores. Na terça-feira, equipes de resgate do distrito de Darwaz chegaram ao local, após uma caminhada de dois dias. “O caminho para o vilarejo está fechado, coberto de neve’, disse um porta-voz do governo de Badakshan.

Usando apenas pás, cerca de cem resgatistas estão retirando montes de neve e procurando por sobreviventes. Acredita-se que apenas três mulheres e uma criança que viviam no vilarejo não estavam no local no momento do avalanche.

O diretor geral da Autoridade Nacional de Gestão de Desastres, Mohammad Daim Kakar, disse que as autoridades estão tentando enviar helicópteros com cobertores, comida e medicina ao local.

Avalanches são comuns nas regiões montanhosas do norte do Afeganistão durante o inverno. Em fevereiro de 2010, uma tragédia similar deixou mais de 170 mortos em Salang Pass. O inverno deste ano é um dos mais rigorosos da história do país, com várias mortes de crianças registradas em campos para refugiados.

Com AP e Reuters

    Leia tudo sobre: avalancheafeganistãoneveavalanche no afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG