Autoridades suspendem quarentena de trem canadense

As autoridades sanitárias canadenses suspenderam uma quarentena mantida por várias horas em um trem de passageiros, no qual uma pessoa morreu e várias outras apareceram doentes, nesta sexta-feira, após a confirmação de que não se trata de uma epidemia.

AFP |

"Não há qualquer sinal de uma epidemia infecciosa a bordo do trem", garantiu o doutor David Williams, responsável médico de Ontário.

A vítima fatal, uma mulher de cerca de 60 anos, "provavelmente não sofreu" uma doença infecciosa, e seus seis acompanhantes, que apresentaram sintomas parecidos com os da gripe, tampouco tinham afecções contagiosas, afirmou Williams.

O trem, que viajava com 300 pessoas entre Vancouver e Toronto, foi mantido por várias horas em quarentena, na pequena cidade de Foleyet, declarou o porta-voz da polícia provincial de Ontário, Marc Depatie.

Foleyet, que fica cerca de 600 km ao noroeste de Ottawa, foi por várias horas foco da atenção da imprensa canadense.

Uma das seis pessoas doentes foi levada de helicóptero para um hospital próximo, onde se encontra em condição estável.

À espera do resultado dos exames, ainda se ignora a causa da morte da mulher que tomou o trem junto com outras seis pessoas, na estação turística de Jasper, nas montanhas rochosas de Alberta.

amc/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG