Autoridades sudaneas localizaram os agentes humanitários sequestrados em Darfur

As autoridades localizaram os três funcionários da ONG Médicos Sem Fronteiras (MSF) sequestrados na quarta-feira em Darfur e acreditam que vão conseguir sua libertação, declarou nesta sexta-feira o subsecretário do ministério sudanês das Relações Exteriores, Mutrif Siddiq.

AFP |

Cinco funcionários da MSF foram sequestrados em Darfur, região oeste do Sudão devastada por uma guerra civil, e dois foram liberados em seguida.

De acordo com o governo sudanês, os três estrangeiros estão vivos e Cartum trabalha para a libertação de todos.

Em função disso, a ONG anunciou que retirará quase todo seu pessoal da província sudanesa.

A seções francesa e holandesa da MSF foram expulsas de Darfur semana passada pelas autoridades sudanesas, depois que a Corte Penal Internacional (CPI) emitiu uma ordem de prisão contra o presidente do Sudão, Omar al-Bashir, por crimes de guerra e contra a humanidade.

A guerra civil em Darfur provocou 300.000 mortes desde 2003, segundo a ONU, mas apenas 10.000 para Cartum, além de 2,7 milhões de deslocados.

gl/fp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG