Autoridades sérvias insistem em determinação de capturar Mladic

Belgrado, 18 nov (EFE).- As autoridades sérvias afirmaram hoje diante do promotor do Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) Serge Brammertz que a Sérvia busca com intensidade Ratko Mladic e Goran Hadzic, dois acusados de crimes de guerra ainda foragidos.

EFE |

Brammertz se reuniu hoje, no segundo e último dia de sua visita a Belgrado, com o presidente sérvio, Boris Tadic, e com o primeiro-ministro, Mirko Cvetkovic.

"Foi mostrada a clara vontade da Sérvia de cooperar plenamente com o TPII", disse Cvetkovic, em comunicado.

"O Governo e seus órgãos fazem tudo para que essa cooperação seja completada o mais rápido possível", acrescentou o primeiro-ministro.

O objetivo da visita de Brammertz a Belgrado era avaliar o grau de cooperação da Sérvia diante de seu relatório semestral sobre o assunto, que deve apresentar em dezembro ao Conselho de Segurança da ONU.

A detenção e extradição de Mladic, o ex-líder militar dos sérvios da Bósnia, é a condição crucial imposta à Sérvia para progredir rumo à entrada na União Européia (UE).

Representantes de uma "equipe de ação" governamental para a busca dos foragidos acusados afirmam que ocorrerm diariamente as atividades para localizar Mladic, mas que ainda "não há pistas" que possam levar ao paradeiro do acusado. EFE Sn/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG