Autoridades sanitárias confirmam terceiro caso de gripe no Panamá

Panamá, 9 mai (EFE).- As autoridades de Saúde do Panamá confirmaram hoje o terceiro caso da gripe suína neste país, que se uniu aos dois registrados na sexta-feira.

EFE |

A ministra da Saúde, Rosario Turner, e a chefe de Epidemiologia dessa pasta, Gladys Guerrero, informaram à imprensa, separadamente, que o terceiro paciente contagiado pelo vírus AH1N1 é um adulto residente na capital panamenha.

Rosario disse que também várias pessoas que estiveram em contato com o afetado se mantêm "sob supervisão sanitária", de quem não deu detalhes porque este e os outros dois casos confirmados são tratados "com a maior confidencialidade".

Os outros dois casos registrados são um jovem que recentemente chegou ao Panamá procedente da América do Norte e um estudante.

A ministra da Saúde pediu à população que atenda as recomendações para prevenir o contágio e insistiu em que não deve haver terror entre os cidadãos panamenhos.

Rosario reafirmou que serão fortalecidos a vigilância epidemiológica e o controle dos aeroportos, portos, fronteiras, e a educação à população.

Foram registrados até o momento 57 pacientes suspeitos de terem contraído gripe suína no Panamá, dos quais três foram confirmados, 33 foram descartados e 21 estão ainda à espera de resultados, segundo dados do Ministério da Saúde.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE lam/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG