Autoridades reduzem para 6 número de mortos em acidente de trem na R.Tcheca

(atualiza número de vítimas) Praga, 8 ago (EFE) - Os serviços de socorro que atendem as vítimas do acidente sofrido hoje por um trem rápido Eurocity em Studenka, nordeste do país, reduziram para seis o número de mortos e para 31 o de feridos.

EFE |

Segundo a agência tcheca "CTK", o trem, que fazia o trajeto entre Cracóvia e Praga, colidiu por volta das 10h30 (5h30 em Brasília) contra os restos de uma antiga ponte que está em obras de reconstrução, mas as causas do acidente ainda não foram esclarecidas.

O número de vítimas, que ainda pode variar, foi confirmado pelos serviços de socorro da região da Morávia-Silésia, que corrigiu informações anteriores facilitadas pela Polícia e que falavam de dez mortos e 100 feridos.

O trem, que circulava a cerca de 140 km/h, se chocou com pedaços da ponte que caíram na via, o que fez a locomotiva descarrilar e os seis vagões de passageiros, disse Jan Kucera, da Inspeção Ferroviária tcheca.

Um dispositivo de emergência formado por 16 brigadas de bombeiros e vários trabalhadores de saúde foi ao local.

Segundo fontes dos serviços de socorro, todos os passageiros já foram resgatados dos destroços do trem.

Muitos dos viajantes iam ao show do Iron Maiden, que hoje se apresenta na capital tcheca.

Os feridos mais graves foram transferidos ao Hospital Facultativo de Ostrava.

A ponte começou a ser consertada em abril pelo Governo regional da Morávia-Silésia, que é seu proprietário, e estava previsto que as obras terminassem em outubro.

Os trens à Polônia e Eslováquia deverão ser desviados por outras localidades e isso causará grandes atrasos, informou o serviço de imprensa das Ferrovias Tchecas. EFE gm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG