Autoridades recolhem 464 pássaros de apartamento em Berlim

Veterinários recolheram na terça-feira mais de 464 passarinhos de um apartamento quarto e sala em Berlim, na Alemanha. A maioria era de periquitos, criados no espaço de 50 m² em condições catastróficas, conforme comunicado divulgado pela Associação Berlinense de Proteção aos Animais.

BBC Brasil |

Também havia pombos e mandarins entre as aves, encontradas penduradas em poleiros improvisados e entre cortinas rasgadas.

"Devido à grande quantidade de pássaros, o apartamento era muito quente e cheirava a excrementos, que estavam espalhados por todos os cantos", afirmou um porta-voz da associação, Marcel Gäding. "Muitos dos que voavam pelo apartamento sofriam com um espaço muito reduzido para viverem e estavam subnutridos."
Outra porta-voz da organização disse à BBC Brasil que "apenas uma pessoa" vivia no apartamento com os animais, mas não quis dar mais detalhes sobre sua identidade.

Segundo ela, as autoridades devem abrir um processo contra esta pessoa, e entre as penalidades previstas por lei estão a proibição de criar animais e uma multa.

Os vizinhos alertaram as autoridades sobre o apartamento, e os bichos foram recolhidos por veterinários e integrantes da Associação de Proteção aos Animais, sendo transferidos para criadouros municipais.

Este é o segundo caso do tipo em Berlim em menos de seis meses. Em dezembro passado, mais de 1,5 mil periquitos foram encontrados vivendo em condições precárias em outro apartamento quarto e sala na cidade.

"Infelizmente tivemos mais uma vez que salvar animais de situações extremas. O fenômeno da coleção compulsiva de animais, também chamado 'animal hoarding', vem crescendo drasticamente nos últimos anos", alertou o presidente da Federação Alemã de Proteção aos Animais, Wolfgang Apel.


Leia mais sobre pássaros

    Leia tudo sobre: pássaros

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG