Kaczynski morreu hoje quando o avião em que viajava com 95 pessoas, entre elas sua esposa e os principais comandantes das Forças Armadas, caiu sem deixar sobreviventes perto de Smolensk (oeste da Rússia)." / Kaczynski morreu hoje quando o avião em que viajava com 95 pessoas, entre elas sua esposa e os principais comandantes das Forças Armadas, caiu sem deixar sobreviventes perto de Smolensk (oeste da Rússia)." /

Autoridades prestam condolências à Polônia pela morte de Lech Kaczynski

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou neste sábado que a morte do presidente polonês Lech Kaczynski, de 60 anos, num acidente de avião, é ¿devastadora para a Polônia, os Estados Unidos e o mundo¿. http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2010/04/10/presidente+polones+e+outras+95+pessoas+morrem+em+acidente+aereo+na+russia+9454345.html target=_blankKaczynski morreu hoje quando o avião em que viajava com 95 pessoas, entre elas sua esposa e os principais comandantes das Forças Armadas, caiu sem deixar sobreviventes perto de Smolensk (oeste da Rússia).

iG Rio de Janeiro |

Telefonei ao primeiro-ministro (Donald) Tusk para lhe transmitir nossas condolências, de Michelle e minhas, ao povo polonês, disse Barack Obama em comunicado. Nossos pensamentos e nossas preces estão dirigidas à família Kaczynski, e às dos que morreram no trágico acidente de avião, e à nação polonesa, prosseguiu.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, também lamentou a catástrofe aérea. Em comunicado, ele expressou sua comoção pelo acidente. Em nome das Nações Unidas, o secretário-geral expressa suas mais profundas condolências ao povo e ao Governo da Polônia, assim como às famílias dos mortos, disse o porta-voz de Ban Ki-moon, Martin Nesirky.

AP
Destroços do avião que caiu na Rússia

Destroços do avião que levava Kaczynski e comitivia polonesa que caiu na Rússia

O Papa Bento 16 declarou ter tomado conhecimento com profunda dor da morte trágica do presidente polonês. É com profundo pesar que soube da morte trágica do presidente Lech Kaczynski, declarou Bento XVI em telegrama dirigido ao presidente do Parlamento polonês, Bronislaw Komorowski.

Apresento meus mais sinceros pêsames às famílias das vítimas e a todos os poloneses, assegurando minha proximidade espiritual. Nestes momentos difíceis, imploro a Deus, todo-poderoso uma bênção especial para o povo polonês, concluiu.

A chanceler alemã, Angela Merkel, expressou sua absoluta consternação pela trágica morte de Kaczynski, a quem, segundo disse, deixará saudades na Alemanha. É uma tragédia política e humana para a Polônia, nosso país vizinho, cuja dor compartilhamos, disse. A notícia do falecimento surpreendeu Merkel durante uma visita ao comando central do contingente alemão no Afeganistão, em Potsdam.

As mensagens de condolência se estenderam em poucas horas a toda a classe política da Alemanha, País com o qual Kaczynski teve frequentemente divergências históricas. O presidente alemão, Horts Köhler, afirmou que Alemanha chora com o povo polonês a perda de Kaczynski e lembrou a longa trajetória do político, como lutador comprometido à liberdade da Polônia.

O Rei Juan Carlos, da Espanha, enviou uma mensagem de condolência ao presidente do Senado polonês, Bogdan Borusewicz, pela morte do presidente de seu País. Kaczynski e a comitiva se dirigiam a Katyn, perto de Smolensk, para assistir a um ato em homenagem a oficiais poloneses executados há 70 anos pela polícia de Stalin.

Veja o mapa do local do acidente aéreo:

Reprodução

*com informações das agências AFP e EFE

Leia mais sobre: acidentes aéreos

    Leia tudo sobre: acidente aéreopolônia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG