Autoridades panamenhas detectam 4 produtos chineses contaminados com melamina

Panamá, 17 out (EFE).- A Autoridade Panamenha de Segurança de Alimentos (AUPSA) revelou hoje que quatro de 32 produtos analisados procedentes da China estão contaminados com melamina, substância que causou a morte de pelo menos quatro crianças em solo chinês.

EFE |

No final de setembro, a AUPSA ordenou a retirada do mercado panamenho de 56 produtos, entre eles balas, chocolates e biscoitos, como medida de precaução pelo caso de intoxicação descoberto no país asiático.

O administrador da AUPSA, Gilberto Real, disse, em entrevista coletiva, que os testes de laboratório revelaram que, apesar de os níveis positivos detectados "não representarem riscos para a saúde dos panamenhos", será mantida a medida restritiva de comercialização.

"Os riscos à saúde pública dos resultados positivos pelos níveis encontrados são mínimos, mas o consumo prolongado destes produtos é o que poderia acarretar risco, e por isso as medidas preventivas", destacou. EFE nes/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG