Autoridades nova-iorquinas confirmam 3 mortes pela gripe

Nova York, 10 jun (EFE).- As autoridades de saúde de Nova York confirmaram hoje outras três mortes vinculadas ao vírus AH1N1, que causa a gripe suína, o que eleva para 12 os mortos pela doença na cidade.

EFE |

O Departamento de Saúde nova-iorquino reportou as mortes em seu site, mas não deu outros detalhes sobre os três novos mortos. O órgão revelou apenas que um deles tinha entre 30 e 39 anos, outro entre 50 e 59, e o mais idoso, mais de 65.

Segundo dados do departamento, foram confirmados 820 casos da gripe em Nova York, mas as autoridades insistiram em que esse número não reflete o impacto real do vírus na cidade, já que só se submetem a exames casos concretos.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos informou em sua última atualização de vítimas, na sexta-feira passada, que o número de mortes ligadas à gripe no país chegava a 27, com mais de 13.217 pessoas afetadas.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE dvg/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG