As autoridades do departamento de Nariño (sul da Colômbia, fronteira com o Equador) mantêm a região em alerta máximo, depois da erupção do vulcão Galeras na noite de sábado. Não houve vítimas ou danos materiais, mas as recomendações continuam, principalmente para os moradores das vertentes, que somam mais de 8 mil pessoas.

"Em razão da emergência e dos riscos que podem apresentar, avaliamos a situação e mantivemos o alerta máximo", anunciou Eduardo Alvarado, prefeito de Pasto, capital do departamento e vizinha ao vulcão.

A erupção, registrada às 19H10 de sábado (22H10 de Brasília) foi ouvida em forma de forte explosão na região do vulcão e provocou uma chuva de cinzas sobre a cidade de Pasto, de 300.000 habitantes.

hov/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.