Autoridades iraquianas detêm 63 supostos membros da Al Qaeda

Washington, 15 set (EFE) - O Departamento de Defesa dos Estados Unidos informou hoje que 63 supostos membros de Al Qaeda foram detidos no Iraque em resposta ao seqüestro de um jornalista local, em uma operação dirigida pelas Forças de Segurança iraquianas.

EFE |

Segundo um comunicado divulgado hoje, as detenções ocorreram durante o fim de semana na província de Ninawa, no norte, com capital em Mossul, após o seqüestro de um jornalista iraquiano e a morte de outros quatro repórteres, cujas identidades não foram divulgadas.

Os soldados iraquianos também encontraram um lança-foguetes e vários explosivos caseiros escondidos no interior de um veículo no distrito de Rusafa, ao leste de Bagdá, que supostamente seria usado em um ataque terrorista.

Em diversas operações conjuntas desenvolvidas durante o fim de semana, as tropas americanas descobriram vários arsenais com lança-foguetes, granadas, morteiros e munição de diferente tipo.

As armas foram levadas à base de operações americanas no Iraque para serem analisadas e destruídas em seguida. EFE elv/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG