Autoridades iranianas processam sites por insultar Ahmadinejad

Teerã, 15 dez (EFE).- A Procuradoria Geral de Teerã iniciou ações legais contra dois sites acusados de insultar o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, informou hoje a imprensa local.

EFE |

Segundo o jornal pró-reformista "Aftab Yazd", o procurador-geral da capital, Abbas Jaafari Dowlatabadi, pediu uma investigação dos sites conservadores Jahannews e Alef, esta última vinculada ao deputado Ahmad Tavakkoli, crítico às políticas do presidente.

O Poder Judiciário iraniano fechou cinco jornais desde que explodiram os protestos contra a reeleição de Ahmadinejad, que a oposição pró-reformista qualificou de "fraudulenta".

Além disso, as autoridades iranianas impuseram uma censura à internet, que impede o acesso a várias páginas de todo tipo. EFE msh-jm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG