Autoridades investigam se irmão de Madoff colaborou com a fraude

Nova York, 29 jan (EFE).- As autoridades dos EUA investigam se Peter Madoff está envolvido na multimilionária fraude planejada pelo seu irmão, o financeiro americano Bernard Madoff, que cumpre uma condenação de 150 anos de prisão.

EFE |

Segundo uma carta remetida por seu advogado a uma corte de Newark (Nova Jersey) e que foi divulgada hoje pela imprensa, Peter Madoff, responsável de assuntos de regulação na empresa de investimento de seu irmão, está sendo investigado por sua possível responsabilidade penal na fraude.

Nela, o advogado Charles Spada explica que seu cliente decidiu amparar-se no direito reconhecido pela Constituição americana de não formular provas contra si mesmo, para não responder as perguntas feitas pelas autoridades federais sobre seu irmão e seu trabalho na empresa de investimento.

Os questionamentos são relacionados com uma investigação que ocorre em Nova Jersey a pedido da Fundação de Lautenberg, que diz ter perdido US$ 7 milhões investidos na empresa de Madoff e que seriam transformados em US$ 15 milhões, conforme a rentabilidade prometida pelo ex-financeiro aos clientes.

Em março passado, Bernard Madoff assumiu a culpa pelos 11 delitos de que é acusado por ter organizado a maior fraude do esquema de pirâmide e afirmou que nenhum de seus familiares ou empregados estavam sabendo dela.

O esquema consiste em prometer elevadas rentabilidades pelas quantias que as pessoas investem e pagá-las com o dinheiro de novos investidores, sem que na realidade exista um negócio sólido que respalde as atividades. EFE mgl/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG