Autoridades instituem dia sem armas na A.Latina e no Caribe

Bogotá, 16 abr (EFE).- Autoridades locais de 41 cidades chegaram hoje, em Bogotá, a um acordo para a instituição de um dia sem armas de fogo na América Latina e no Caribe, que acontecerá no dia 21 de setembro, em coincidência com o Dia Internacional da Paz, proclamado pelas Nações Unidas.

EFE |

A iniciativa foi formalizada na segunda e última etapa de um encontro internacional sobre violência em países latino-americanos e caribenhos, que reuniu na capital colombiana prefeitos e representantes de 41 municípios de 18 países.

"Esperamos realizar no dia 21 de setembro esse dia sem armas em todas as cidades de todos os países da América Latina e do Caribe", declarou o prefeito de Bogotá, Samuel Moreno, autor da proposta.

O secretário interino do Governo de Bogotá, Andrés Restrepo, disse à Agência Efe que a data, cujo nome pode ser Dia Latino-Americano e do Caribe pelo Desarmamento Cidadão, recebeu o apoio da ONU e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A intenção com o dia pelo desarmamento é "promover tanto o desarmamento físico, ou seja, que as pessoas não portem armas de fogo, e também o desarmamento psicológico, que seria a desmistificação do paradigma que levar armas as torna mais forte e mais poderosas", ressaltou Restrepo.

O funcionário da capital colombiana afirmou que essa iniciativa é uma das primeiras tarefas concretas da conferência sobre violências na região, que foi encerrada com aprovação de um manifesto que estabelece uma aliança de cidades pela paz. EFE jgh/dr-pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG