Autoridades dos EUA localizam foco de salmonelose em fazenda mexicana

Washington, 30 jul (EFE) - A origem do foco de salmonelose que causou mais de mil vítimas nos Estados Unidos foi situado em uma fazenda mexicana onde eram plantados pimentões serranos, informou o diretor de segurança alimentar da Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA), David Acheson. Ele destacou que a bactéria que causa a doença foi detectada em águas de irrigação e em um pimentão da fazenda mexicana. Confirmamos uma amostra positiva na água de irrigação e outra em uma de pimentões serranos da mesma fazenda as quais coincidem com a variação do foco epidêmico, disse Acheson. Em meados deste mês, a FDA tinha liberado de qualquer suspeita tomates mexicanos importados dos estados de Sinaloa e Jalisco e nesta ocasião não revelou o local onde fica a fazenda. Segundo os Centros para o Controle e Prevenção de Doenças (CDC), até agora 1.294 pessoas foram infectadas com a variação de Salmonela Saintpaul em 43 estados, assim como no Distrito de Columbia (onde fica Washington) e no Canadá.

EFE |

Em comunicado no site, a FDA disse que a investigação determinou que os pimentões verdes e serranos cultivados no país não estão contaminados e podem ser consumidos sem problemas.

O órgão esclareceu que o conselho de "evitar o consumo de pimentões verdes crus e alimentos que os contenham se aplica só aos pimentões cultivados ou embalados no México".

O organismo federal indicou que fez contatos com organismos reguladores e a indústria da alimentação para assegurar que se acate sua recomendação.

A FDA manifestou que a investigação determinou que a fábrica de Agrícola Zaragoza na cidade de McAllen (Texas) de onde se recolheram mostras de pimentões verdes não foi a fonte original da contaminação. EFE ojl/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG