Autoridades dos EUA e da OTAN discutirão guerra no Afeganistão

LONDRES (Reuters) - Londres sediará uma reunião tripartite de comandantes militares e de altos funcionários que vão discutir a questão do Afeganistão esta semana, com a crescente pressão sobre o presidente Barack Obama para decidir sobre uma nova estratégia para o conflito de oito anos. O general Stanley McChrystal, comandante das forças dos Estados Unidos e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão, está em Londres oficialmente para fazer um discurso para especialistas militares, mas sua visita coincide com a do secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, e a do principal comandante da Otan na Europa, o almirante James Stavridis.

Reuters |

Funcionários da Otan e do Ministério da Defesa da Grã-Bretanha minimizaram o fato de os três estarem em Londres na quinta e na sexta-feira, classificando o fato de coincidência.

As visitas, no entanto, e os discursos que as acompanharão, ocorrem em um momento crucial para a política e o planejamento sobre a questão do Afeganistão, com Obama avaliando a solicitação de McChrystal por mais tropas e as potências européias desejando uma mudança em seu papel estratégico.

McChrystal, que falará no Instituto Internacional para Estudos Estratégicos na quinta-feira, apresentou um plano para Obama requisitando entre 30 e 40 mil soldados e instrutores a mais, de acordo com autoridades do Congresso e da área de defesa dos EUA.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG